DETRAN - Departamento Estadual de Trânsito
Veículo - segunda via de plaqueta
Requererimento da 2ª via da plaqueta de identificação do veículo (chassi), para os casos em que ela tenha sido extraviada ou danificada por acidentes.

OBSERVAÇÕES:

- Há dois tipos de plaquetas: adesiva e metálica. Em ambos os casos o cidadão deve requisitar ao Detran para que este, por sua vez, requisite ao fabricante uma nova plaqueta;

- Para veículos da Marca FORD com mais de 10 (dez) anos de uso, não é obrigatório o requerimento da plaqueta.
1 - Realizar vistoria da Polícia Civil - Furtos e Roubos (somente para os casos de perda, extravio ou roubo e furto) e do DETRAN - Faça Fácil (ambas no mesmo local);

2 - Dirigir-se ao Detran - Faça Fácil, munido dos documentos necessários para realizar vistoria no veículo, obtendo, assim, o documento para pagamento (DUA DETRAN);

3 - Efetuar o pagamento das taxas e impostos na rede autorizada;

4 - Retornar ao Detran - Faça Fácil para obter o ofício com a solicitação de nova plaqueta enderaçada ao fabricante;

5- Ir à concessionária autorizada de posse do ofício entregue pelo Detran - Faça Fácil e solicitar nova plaqueta, que será entregue diretamente pela concessionária ao cidadão.
O veículo deve ser cadastrado no Espírito Santo.
  • Proprietário do Veículo - Pessoa Física
  • Proprietário do Veículo - Pessoa Jurídica
  • Despachante
  • Terceiros
  • Proprietário do Veículo - Pessoa Física
  • Proprietário do Veículo - Pessoa Jurídica
  • Despachante
  • Terceiros
Proprietário do Veículo - Pessoa Física
  • Carteira de Identidade

    Cópia autenticada ou simples com apresentação do original, que pode ser substituída por qualquer documento de identificação oficial (com foto), tais como:
    - Carteira de Trabalho;
    - Carteira Nacional de Habilitação (dentro da validade);
    - Carteira de identificação profissional de membros das Forças Armadas, da Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Federal;
    - Carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (Ordem dos Advogados do Brasil, Conselho Regional de Medicina, Conselho Regional de Administração, etc.).

  • Comprovante de Residência

    Poderá ser apresentado qualquer documento abaixo relacionado, sendo este na forma original, fotocópia simples com apresentação do original para conferência ou fotocópia autenticada em cartório de:
    1 - Fatura de água, gás, luz ou telefone dos últimos 3 meses, em nome do usuário ou com declaração específica do nome de quem constar a fatura. CLIQUE AQUI para acessar o MODELO DA DECLARAÇÃO ESPECÍFICA.;
    2 - Correspondência de seguradora, instituição bancária ou de administradora de cartão de crédito, cuja identificação (nome e endereço do titular) esteja impressa diretamente na fatura ou no próprio envelope, desde que esteja devidamente carimbado pelos Correios, ambos com data de expedição de no máximo 90 dias;
    3 - Contrato de locação do imóvel em nome do interessado, registrado em Cartório; (REGISTRO POR AUTENTICIDADE)
    4 - Correspondência ou documento expedido nos últimos 3 meses por órgão público;
    5 - Notificação do Imposto de Renda do último exercício ou recibo da declaração do exercício em curso;
    6 - Residentes em área rural poderão apresentar contrato de locação ou arrendamento da terra, nota fiscal do produtor rural fornecida pela Prefeitura Municipal ou documento de assentamento expedido pelo INCRA.

    OBSERVAÇÃO:

    - Todos documentos de comprovação de residência podem ser substituídos pela declaração do conforme modelo. CLIQUE AQUI para acessar o MODELO DA DECLARAÇÃO DE RESIDÊNCIA. .

    - Os comprovantes de residência retirados pela internet, somente tem validade junto com um comprovante fornecido pela prestadora de serviço enviada pelos Correios. Neste caso, o comprovante de residência dos correios pode estar com mais de 90 dias e o da internet dentro dos 90 dias.

    - Serão aceitos documentos em nome do avô, avó, pai, mãe, filho ou cônjuge do interessado, com a devida comprovação do parentesco, através de documento de identidade reconhecido pela legislação federal, certidão de nascimento ou certidão de casamento.

  • CPF - Cadastro de Pessoa Física

    Cópia autenticada ou cópia simples com apresentação do original.

  • Laudo de Furtos ou Roubos

    Laudo de vistoria da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos.

  • Vistoria do Veículo

    Documento de Vistoria do Detran.

Proprietário do Veículo - Pessoa Jurídica
  • Carteira de Identidade

    Cópia autenticada ou simples com apresentação do original do documento do representante da empresa. Pode ser substituída por qualquer documento de identificação oficial (com foto), tais como:
    - Carteira de Trabalho;
    - Carteira Nacional de Habilitação (dentro da validade);
    - Carteira de identificação profissional de membros das Forças Armadas, da Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Federal;
    - Carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (Ordem dos Advogados do Brasil, Conselho Regional de Medicina, Conselho Regional de Administração, etc.).

  • CNPJ - Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica

    Cópia autenticada ou simples com apresentação do original, do documento com a validade dentro do prazo.

  • Contrato Social ou Estatuto

    Cópia autenticada ou simples com apresentação do original.

  • CPF - Cadastro de Pessoa Física

    Cópia autenticada ou simples com apresentação do original do documento do representante da empresa.

  • Laudo de Furtos ou Roubos

    Laudo de vistoria da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos.

  • Vistoria do Veículo

    Documento de Vistoria do Detran.

Terceiros
  • Carteira de Identidade

    Cópia autenticada ou simples com apresentação do original do documento do procurador e do proprietário. Pode ser substituída por qualquer documento de identificação oficial (com foto), tais como:

    - Carteira de Trabalho;
    - Carteira Nacional de Habilitação (dentro da validade);
    - Carteira de identificação profissional de membros das Forças Armadas, da Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Federal;
    - Carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (Ordem dos Advogados do Brasil, Conselho Regional de Medicina, Conselho Regional de Administração, etc.).

  • CPF - Cadastro de Pessoa Física

    Cópia simples com apresentação da original ou cópia autenticada do documento do procurador e do proprietário.

  • Documentação do Proprietário do Veículo
  • Laudo de Furtos ou Roubos

    Laudo de vistoria da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos.

  • Procuração Pública

    Informar que o outorgante pode representar o proprietário no DETRAN. Quando o CRV não for assinado pelo proprietário, é necessário apresentar procuração específica constando que o outorgado tem poderes para vender o veículo (ou assinar recibo).

    *Observações:
    - A procuração deve ser lavrada no cartório (registrada no livro do cartório).
    - Ficará retida no órgão.

  • Vistoria do Veículo

    Documento de Vistoria do Detran.

  • Taxa de serviço

    Valor: R$ 65,45

  • Taxa de Vistoria Policia Civil

    Valor: R$ 134,18

  • Prazo para finalizar o serviço: O ofício é entregue pelo Detran - Faça Fácil ao cidadão no mesmo dia, bastando, para tanto, que se comprove o pagamento da DUA.
  • Prazo de retirar o documento: No mesmo dia do pagamento das taxas e entrega do seu comprovante de pagamento na recepção do DETRAN.
  • Onde retirar/receber: Na própria concessionária autorizada.
  • Observação: Se o serviço necessitar de alguma correção no documento do veículo (Certificado de Registro do Veículo – CRV), como na inclusão/exclusão de dados, exemplo, taxi ou transporte escolar, ou até mesmo alteração de dados, quando apresentar alguma divergência entre os dados do sistema do Detran e o veículo, o documento (CRV) com as devidas correções não será entregue no mesmo dia, o prazo será de 15 dias úteis.
DETRAN - Departamento Estadual de Trânsito